Wiki Moonlight Lovers
Advertisement


Capítulo 1 - NeilCapítulo 3 - Neil

Rose.gif


Neil
Capítulo 2


NeilAvatar.jpg


Separateur.png


Lançamento do capítulo: 21/09/2021

Valor de PA gasto (média): 6,460 Neil-PA.png

Personagens que aparecem no capítulo: Aaron, Beliath, Constance,Ethan, Neil, Vladimir.


Separateur.png


Sinopse[]

O vampiro mais poderoso da mansão e repleto de segredos sombrios finalmente saiu do seu covil!

Descubra a partir de agora os três primeiros capítulos da sua história com o Neil, disponíveis no navegador e no aplicativo.

Guia de Respostas[]

IMPORTANTE!! Estarão sinalizadas as respostas seguindo o guia criado pelo Tumblr @tetrakys10 [1]. Segundo a FAQ do próprio jogo, tem o risco de você não ganhar a imagem em capítulos futuros caso opte por não seguir este mesmo guia do início ao fim. Não estamos influenciando ninguém a dar estas respostas!


Aaron[]

Nós decidimos nos reunir. Para conversar sobre sua chegada e a do Neil.

A. Sobre a nossa chegada ou sobre a nossa partida? (Guia Tetrakys10)

B. Conversar sobre o quê, exatamente?

C. Eu não sabia que era um problema.

--

Não conseguimos encontrá-lo. Mas ele acabará vindo vê-la... Então, você anunciará a notícia a ele.

A. Eu estava com ele agora há pouco!

B. Veremos se ele ficará tão encantado quanto você o diz, Vladimir. (Guia Tetrakys10)

C. Vocês querem que eu faça o trabalho sujo no seu lugar?


Beliath[]

Como uma garota tão linda pode ter uma cara tão assustadora? Minha linda, você precisa retomar energias... E rápido.

A. Estou procurando o Neil... Vocês sabem onde ele está?

B. É fácil falar. Vocês podem me ajudar?

C. Não me diga! E eu, pensei em fazer as unhas! (Guia Tetrakys10)


Eloise[]

(Enfim, nem eu, acho... Mas estou morrendo de fome... Poderia até comer a comida da cantina, agora.)

A. (Não vou comer um animal na floresta, né...?)

B. (Preciso encontrar uma maçã, uma conserva, qualquer coisa...)

C. (Qual é o meu regime, agora? Sangue de virgem?) (Guia Tetrakys10)

--

Eu esperava sentir a mesma sensação peculiar, mas não foi o caso.

A. (É delicado... Nem é tão desagradável assim...)

B. (É espesso... Por que é viscoso assim?)

C. (É ácido... Como o kiwi ou as balas azedas...) (Guia Tetrakys10)

--

À medida que eu bebia o líquido, sem realmente pensar que era sangue humano, eu retomava forças.

A. (Decididamente, é uma sensação infame.)

B. (Até que eu poderia me acostumar...)

C. (No final das contas, é quase gostoso.) (Guia Tetrakys10)

--

(Seria... Não. Sim. Foi o que os meus pais escreveram quando o Neil estava preso. Será que devo ler?)

A. (Preciso saber.)

B. (Vou só dar uma olhada rápida...)

C. (Não. Não. Não quero saber mais.)

--

Eu pensei no meu passado, nos meus pais. Imaginei meu futuro, na mansão ou não. Sonhei com o meu presente, o Neil.

A. (Neil... Não sei por que ele me fascina.) (Guia Tetrakys10)

B. (Neil... Não consigo confiar nele plenamente.)

C. (Neil... Desde que cheguei, ele foi atencioso comigo.)

--

Uma alegria ardente nascia do meu coração e a minha fome despertava.

A. (Preciso encontrar o lugar e fincar minhas presas. Tenho de ser metódica.)

B. (Hmm... Sinto o sangue pulsar sob o meu dedo. Este cheiro de medo... Hmmm...) (Guia Tetrakys10)

C. (Esou morta de fome! Chegou a hora de me empanturrar!)


Ethan[]

Deixe-me adivinhar... O seu salvador saiu fora? Você está morta de fome?

A. É verdade, mas não encontro nada para comer.

B. Não é problema seu. (Guia Tetrakys10)

C. Não sou uma princesa que precisa ser salva.

--

Na verdade, tudo o que você queria era sugar as veias do primeiro caipira que encontrasse.

A. Não consigo imaginá-lo..

B. Se for preciso... (Guia Tetrakys10)

C. De jeito nenhum!

--

De qualquer forma, o jeito que ele está cuidando de você é ridículo. Você é grandinha. Pode cuidar de você mesma.

A. Como você quer que eu me vire sozinha? Eu não sei nada!

B. Eu poderia, mas não quero.

C. Você está com ciúmes? Você queria que ele fosse o seu papai, é isso?


Neil[]

Eloise... Você já acordou?! Você descansou bem?

A. A verdade é que eu passei uma noite... um dia bem difícil. (Guia Tetrakys10)

B. Eu o procurava há séculos!

C. Eu me sinto muito fraca...

--

Você precisa se alimentar. Já esperamos demais. Esperar mais seria perigoso. Você precisa ingerir sangue.

A. Eu preciso morder um humano, é isso? (Guia Tetrakys10)

B. Sangue... animal?

C. Eca... Não. Que horror!

--

Você beberá sangue e se sentirá melhor.

A. Contanto que seja uma bolsa de sangue e que a pessoa tenha consentido...

B. Se isto me dará um pouco de energia, eu topo! (Guia Tetrakys10)

C. Não. Não. Não é possível. Não posso fazer isso.

--

Sente-se aqui. Você ficará confortável. Aproveitei o tempo que você levou para vir até aqui e reacendi a lareira.

A. Obrigada. (Guia Tetrakys10)

B. Por que você está fazendo tudo isso?

C. Você quis dizer que eu sou lenta feito tartaruga, é isso?

--

Você bebeu tudo. Muito bem, você precisava disso. Como está se sentindo?

A. Melhor. Não foi muito agradável, mas foi necessário.

B. Eu me sinto bem! Tenho a impressão de que poderia fazer uma maratona! (Guia Tetrakys10)

C. Fisicamente, melhor. Mas o meu estado de espírito...

--

Aparentemente, a primeira vez que alguém bebe sangue é um momento especial.

A. É verdade... Eu me sinto... Diferente.

B. Talvez a primeira mordida tenha mais efeito. (Guia Tetrakys10)

C. Talvez. Não sei o que pensar.

--

Eu vou para o meu quarto. Vou tentar pensar em tudo.

A. Boa noite, Neil.

B. Obrigada, Neil.

C. Até mais tarde, Neil. (Guia Tetrakys10)

--

Eloise? Você está acordada? Sou eu, o Neil. Você pode sair?

A. Agora, sim, estou acordada. (Guia Tetrakys10)

B. O que está acontecendo?

C. Ainda é dia. Deixe-me dormir.

--

Boa noite, Eloise. Hoje, vou ensiná-la a caçar. Chegou a hora.

A. Oi, Neil. Você dormiu bem?

B. Sim. Principalmente com o que talvez nos espera. (Guia Tetrakys10)

C. Realmente? Não sei se é a hora certa.

--

É o que determinará sua sobrevivência para o resto da sua existência.

A. Eu quero aprender tudo! (Guia Tetrakys10)

B. Quando tem de ser... Se for preciso, farei o meu melhor.

C. E se eu não quiser ouvir?

--

Se você não caçar, você não poderá se alimentar.

A. Então não há outros meios?

B. A mordida... É o nos torna vampiros, é isso? (Guia Tetrakys10)

C. Então a caça é apenas um meio para chegar a um fim?

--

Então, Você caça... Enfim, nós caçamos humanos. E apenas humanos?

A. Não caçamos animais?

B. Não caçamos outros vampiros?

C. E nada mais? (Guia Tetrakys10)

--

Você precisa se preparar, você encontrará humanos. Lembre-se, você não é mais como eles.

A. Ainda tenho dificuldades para admiti-lo.

B. Eu percebi. (Guia Tetrakys10)

C. Mas continuo tendo os mesmos sentimentos...

--

Mas se eles não existissem , os vampiros tampouco existiriam. É uma fonte que devemos esgotar, mas que também devemos moldar e manter.

A. Não é muito respeitoso...

B. Usá-las sabiamente. Eu entendo. (Guia Tetrakys10)

C. É horrível dizer isso.

--

Antes que cheguemos no local, você tem alguma pergunta?

A. Na prática, como escolhemos uma presa? (Guia Tetrakys10)

B. Você mencionou estratégia... Pode me dar um exemplo?

C. Você disse "nenhuma outra saída", você quer dizer que é preciso encurralar a presa?

--

Não me diga que você está pensando em escapar sem que eu perceba.

A. Pelo contrário! Eu estou feliz em estar aqui. Quero aprender. (Guia Tetrakys10)

B. É tentador... Apesar de eu saber que preciso passar por isso.

C. Mesmo que eu quisesse, imagino que você notaria.

--

Então... Gostou? Não conheço seus gostos...

A. O que aconteceu?

B. Ele é lindo, obrigada. (Guia Tetrakys10)

C. O que isso tem a ver com hoje a noite, com a caça?

--

Podemos controlar totalmente os seres que nos cercam.

A. É verdade, você me explicou isso quando contou sobre o Vladimir... (Guia Tetrakys10)

B. Então, você poderia me controlar?

C. Um leath?

--

Você se acostumará. Já vai passar. Venha sentar-se. Ali, no canto, estaremos tranquilos.

A. Eu tenho a impressão de que tudo é mais... forte.

B. E agora, o que fazemos? (Guia Tetrakys10)

C. Obrigada.

--

Então... Você notou alguma pessoa em particular?

A. O velho, ali. Eu me pergunto o que ele está fazendo aqui.

B. A moça do vestido vermelho. Claramente, ela quer ser o centro das atenções. (Guia Tetrakys10)

C. O cara de camisa florida...

--

(Ele sempre teve um ar sério, até agora. Sombrio, na verdade. Eu não esperava por isso.)

A. Bem feito para ele! Foi perfeito!

B. Que poder fascinante... (Guia Tetrakys10)

C. Espero que ele não tenha quebrado um osso.

--

Pronto, você teve um exemplo do que um verdadeiro vampiro é capaz de fazer.

A. E agora? (Guia Tetrakys10)

B. Podemos fazer de novo?! Com aquele cara ali...?

C. É assustador.

--

Você precisa encontrar uma presa e isolá-la. Você quer tentar sozinha ou quer que eu a ajude?

A. Eu sei separar alguém de um grupo. (Guia Tetrakys10)

B. Você pode me ajudar?

--

Mas não vamos enrolar por aqui... Os humanos podem chegar e não quero causar um tumulto hoje à noite. Estragaria o seu prazer. Vamos para casa.

A. Foi tão... agradável. Não tenho palavras. (Guia Tetrakys10)

B. E o cara... o humano?

C. Para a mansão?

--

Eu sou um vampiro puro sangue, ao contrário deles. Eles me devem respeito.

A. Então você não está preocupado?

B. E se eles não o respeitarem? (Guia Tetrakys10)

C. Você é mais velho, é isso?

--

Principalmente vampiros que acham que são grandes senhores porque têm duas presas e algumas habilidades.

A. É verdade que eles se acham... Principalmente o Raphael. (Guia Tetrakys10)

B. É verdade que eles são insuportáveis... Principalmente o Ethan.

C. É verdade que dispenso a atitude paternalista... Principalmente a do Aaron.

--

Eu sinto que você está tranquila, Eloise. Que bom...

A. Eu acho que estou exausta por causa de todas essas emoções.

B. Sim. Sinto que nada pode me parar. (Guia Tetrakys10)

C. Não sei. Tenho muitos pensamentos girando na minha mente.


Raphael[]

(...)

A. Estou procurando o Neil. Você o viu?

B. Eu não me sinto muito bem.

C. Você pode me ajudar?


Vladimir[]

Por favor, aceite as minhas desculpas. Pelo que aconteceu há dezoito anos. Pelo que aconteceu há algumas noites.

A. Não é culpa sua. O Neil o controlava. E foi o Ivan quem me empurrou. (Guia Tetrakys10)

B. Não entendo como você foi capaz de fazer isso...

C. Belas palavras em vão...

--

Sabe, eu não me lembro de nada. Quando voltei à razão, havia um bebê chorando. Eu fui até o quarto rosa e você estava lá. Eu a peguei e a levei ao orfanato.

A. Você não acha que deveria ter me matado? (Guia Tetrakys10)

B. Você me salvou... O Neil poderia ter me matado.

C. Você achou que estava se redimindo?

--

Sim. Assim, você terá mais tempo para se acostumar com os novos acontecimentos.

A. Acontecimentos... É o mínimo que se possa dizer...

B. Nossa, vocês são realmente muito bondosos... (Guia Tetrakys10)

C. Obrigada por pensar em mim. Eu realmente preciso desse tempo.


??? []

(Ah... Amigos imaginários que o forçaram a deixar sua vida de príncipe. Esse é um dos bons.)

A. Eu entendo... Confesso que tampouco gosto de multidões... (Guia Tetrakys10)

B. Oh... Que sorte, a sua...

C. E os seus amigos o deixaram sozinho?

Ilustração[]

Navegação[]

Advertisement